Como a velocidade do site pode influenciar no SEO

Aí você faz uma excelente pesquisa e uso de palavras-chave, otimiza todo o conteúdo do seu site, faz diversas modificações, mas mesmo assim parece que isso não leva suas páginas aos melhores resultados de busca. Talvez o erro não esteja nessas estratégias, mas sim no tempo de carregamento.

Sabia que o tempo que o site demora para carregar também interfere na otimização SEO? Isso porque está diretamente relacionado com a satisfação dos visitantes, mas não é só isso. O Google também tem considerado essa questão ao compor sua lista de resultados.

Se você ainda não tinha pensado nessa característica, então já está na hora de fazer isso. E para ajudar, preparamos este artigo explicando exatamente por que o tempo de carregamento influencia no desempenho das suas páginas. Acompanhe!

 

Dinâmica moderna X internet

A internet se popularizou rapidamente por causa das facilidades que ela oferece para seus usuários. Com o passar do tempo as pessoas se acostumaram com os recursos que ela disponibiliza, percebendo que tudo pode ficar mais rápido quando utilizamos o meio virtual.

Sendo assim, criaram uma expectativa de que tudo na internet é rápido, e isso foi associado à dinâmica moderna. Afinal, o dia a dia está cada vez mais corrido em função das várias cobranças que sofremos, então, o tempo é valioso.

Como resultado, tem a preferência dos internautas os sites cujo carregamento é mais rápido. Isso porque eles não querem esperar, e não estamos falando de muita coisa, porque cerca de 3 segundos é o que estão dispostos a aguardar para ver uma página carregar.

O desafio se tornou ainda maior porque além de pensarmos em termos de desktop e notebook, atualmente também é essencial considerar os dispositivos móveis. Sendo assim, os sites precisam ser responsivos e muito rápidos, do contrário, o internauta vai embora e prefere a concorrência.

 

O carregamento do site e a rejeição do visitante

Como os internautas não querem esperar um site carregar, é fato que se houver uma demora eles voltarão para a página do resultado de busca e procurarão por outra opção que esteja mais de acordo com suas expectativas.

Como consequência, a sua marca acaba ganhando uma impressão negativa, porque em um segundo momento a memória da pessoa vai funcionar, ela vai se lembrar que o seu site não carrega e não vai entrar nele. Isso provoca grandes perdas para o seu negócio, pois além de diminuir o tráfego também influencia nas conversões de vendas.

Afinal, a rejeição também acontece com o seu carrinho, casa caso você faça vendas online. Os usuários abandonam a página e desistem da compra se o processo for muito lento. Ou seja, você chega na cara do gol mas não consegue marcar…

Se isso parece ruim, o que você vai pensar se eu disser que o Google também entende que o carregamento da sua página está lento? E pior, ele não gosta disso, sendo uma das razões que interfere negativamente no SEO e desempenho do seu site.

 

Como o Google encara a lentidão de carregamento

O Google está sempre em busca dos melhores sites para colocar nos resultados de busca dos seus usuários. É por isso que ele tem algoritmos que identificam as taxas de rejeição, a relevância do conteúdo e, agora, também o tempo que as mídias demoram para carregar.

Desde 2010 essa medição é feita por seus robôs, colocando os sites em classificação de acordo com o tempo que demoram para carregar. Assim, aqueles mais lentos são vistos como ineficientes, consequentemente, desinteressantes para o internauta.

Mas essa preocupação do Google vai muito além da satisfação dos usuários. Cada milésimo de segundo é importante porque pode promover prejuízos ou economia, já que estamos falando de processamento de dados.

Então, quanto mais rápido um site carrega, menos custos operacionais ele oferece para o Google. Isso significa que está trazendo lucros para ele ao permitir oferecer uma internet mais rápida e que está de acordo com as expectativas do usuário final.

Sendo assim, já passou da hora de você começar a pensar no tempo de carregamento das suas páginas e buscar por recursos modernos que ajudem a otimizar suas páginas. Além de modernizar o seu sistema e trabalhar as mídias, utilize as ferramentas disponíveis para medir e monitorar a velocidade do seu site.

A Lighthouse, desenvolvida para o Google Chrome, é uma ferramenta de medição sofisticada que contribui com o benchmarking, mas WebPageTest também é interessante porque fornece um diagrama em cascata que apresenta todos os recursos do seu site, mostrando aqueles que são mais lentos a fim de otimizá-los.

Veja também: 5 dicas de otimização SEO simples para você adotar já!

Percebeu como existem muitos detalhes que precisam de atenção para que você tenha um bom posicionamento nos resultados de busca? Se tudo parece muito complicado, não se preocupe, agências especializadas podem ajudar a trabalhar o SEO do seu site para que ele esteja totalmente de acordo com o que o Google e os internautas desejam.

melhore-sua-autoridade-na-internet-para-medicos
Web Hosting
analise-gratuida-de-marketing-digital

Entre em Contato

agsdi-whatsapp