Remarketing: 5 dicas para utilizá-lo e aumentar as vendas

O que é remarketing?

Remarketing é um termo do marketing digital que se refere a uma estratégia utilizada por uma empresa para gerar impacto em um potencial cliente, que de alguma forma já havia se interessado em seu produto ou serviço, mas não o adquiriu.

No post de hoje, falaremos um pouco mais sobre este assunto e destacaremos 5 dicas de como utilizar o remarketing. Continue nos acompanhando!

O conceito de remarketing

Você já deve ter se perguntado como criar uma campanha de remarketing e como ela pode ajudar a sua empresa, não é mesmo? Basicamente, podemos dizer que essa é uma ótima estratégia de marketing digital para que o número de vendas aumente.

O próprio nome acaba sugerindo o que essa estratégia pretende, uma vez que o marketing é utilizado novamente para que o cliente tenha uma atitude mais incisiva, ou seja, execute a ação final de compra.

Quando um potencial cliente foi exposto a um produto ou serviço que incialmente recusou, a tendência é que ele repense várias vezes até que decida fechar negócio. Por isso, uma campanha bem-feita e executada pode ajudar a aumentar as vendas.

Quais as formas de remarketing existentes?

Já reparou em banners ou anúncios gráficos que ficam aparecendo nos sites que você visita? Eles integram a chamada rede de display do Google e conta com milhares de sites parceiros que fazem com que os anúncios sejam exibidos.

Nessa forma de remarketing, o anunciante escolhe a melhor maneira de pagar pela veiculação, ou seja, pelo número de cliques no anúncio (CPC) ou pelo número de vezes que ele está sendo exibido (CPM).

Diferente dos anúncios de display, os anúncios de pesquisa são os que aparecem na página de resultados e além da própria página do Google, são exibidas propagandas em outras ferramentas e sites parceiros. A taxa de conversão costuma ser maior.

No Facebook também aparecem anúncios patrocinados no feed, uma tática que até lembra um pouco a rede de display. Isto porque costuma ser algo mais criativo e interativo, podendo gerar bons resultados, principalmente para empresas de pequeno porte.

As vantagens do remarketing

Uma das principais vantagens do remarketing está na economia. Porém, essa estratégia também oferece alguns outros benefícios, entre eles:

Maior exposição da marca

Quanto mais a sua marca estiver exposta, mais o potencial cliente entrará em contato com ela e maiores as chances de ele decidir comprar.

Segmentação de audiência

É possível focar em públicos específicos, com base em dados demográficos e interesses. Além de segmentar leads, como os visitantes do site que abandonaram o carrinho, por exemplo.

Orçamento mais flexível

Você consegue controlar por completo o orçamento e os relatórios mais robustos, algo que pode ajudar a tomar decisões inteligentes com relação aos gastos.

5 dicas para um remarketing eficiente

Conforme dissemos, o objetivo do remarketing é fazer com que o potencial cliente se lembre da sua marca e produto específico, finalizando a compra. A seguir, você confere 5 dicas para utilizar corretamente o remarketing na sua empresa.

1 – Faça anúncios personalizados

Sabendo as páginas que o visitante percorreu em seu site, é possível realizar uma campanha voltada para os interesses que ele possui. Não é necessário começar uma comunicação do zero, afinal, ele já conhece sua empresa.

É importante focar nesse desejo de compra, especificamente, ou em itens parecidos que possam aumentar as vendas.

2 – Cuidado com anúncios repetitivos

Também é preciso ter muita atenção para que um mesmo anúncio não apareça diversas vezes seguidas, para um mesmo usuário. Quando uma campanha é repetitiva, ela pode fazer com que o público se canse da marca e imagem.

Por isso, para aumentar as vendas com remarketing é necessário pensar em uma comunicação que possa cativar altamente, sendo um conteúdo de qualidade e nada repetitivo.

3 – Escolha um bom CTA (Call to action)

Um bom anúncio apresenta também um excelente call to action (CTA). Para isso, você deve se lembrar que as campanhas de remarketing podem atingir diferentes usuários, em fases diferentes de todo processo de compras.

Por exemplo, um cliente que comprou um celular em uma loja virtual, tende a se deparar com alguns anúncios de acessórios como fones de ouvido, e logo em seguida ou dias depois, de capas de proteção.

4 – Analise a periodicidade

Cada pessoa reage de uma forma diferente aos anúncios expostos na internet. Alguns se importam pouco com as ofertas que deixam evidentes o monitoramento de acessos. Outros se sentem mais incomodados.

Assim sendo, então, é importante avaliar qual a melhor frequência para cada anúncio, ao desenvolver a campanha de remarketing.

5 – Não esqueça de fazer comparativos

O remarketing ajuda a aumentar as vendas com custos mais baixos do que os anúncios tradicionais que conhecemos. Porém, é fundamental que você faça comparações entre as campanhas que já estavam ativas para saber qual o maior e melhor retorno.

O que achou dessas dicas? Conte-nos nos comentários! Se gostou do conteúdo, compartilhe! E até o próximo post!

melhore-sua-autoridade-na-internet-para-medicos
Web Hosting
analise-gratuida-de-marketing-digital

Entre em Contato

14 + 11 =

× Fale conosco