Surya MKT Agencia de Marketing Digital Logotipo Para Menu

Google Analytics 4: o que há de novo no GA4 e como se adaptar às mudanças?

Atualizado em 17/11/2023
Tempo de leitura: 2 min.

No mundo digital as atualizações são constantes e as empresas precisam se adaptar a todas as mudanças. Nesse contexto, está o Google Analytics 4, uma nova versão da ferramenta com algumas mudanças relevantes que devem ser bem aplicadas.

No post de hoje, vamos explicar sua funcionalidade e principalmente como ajustar os negócios diante dessa mudança. Acompanhe a seguir! 

Afinal, do que se trata o Google Analytics 4?

Google Analytics 4 (GA4) é a versão atualizada de dados do Google, que oferece uma série de novidades e transformações significativas. 

Esta nova versão foi desenvolvida para se alinhar melhor com as mudanças no comportamento do usuário, privacidade de dados e para fornecer insights mais profundos sobre o desempenho do site ou aplicativo.

Em outras palavras, Google Analytics 4 surgiu para atender uma nova realidade do mercado, como por exemplo, a proteção de dados e, ao mesmo tempo, dar um fim em cookies de terceiros nos navegadores.

Assim sendo, ele não depende mais de sessões, uma vez que agora utiliza os dados com base em eventos, sem a necessidade de medição de cookies, além de ter controle de privacidade.

Como funciona o Google Analytics 4?

Basicamente, a maneira como o Google Analytics 4 faz a coleta de dados é um pouco diferente da versão universal. Isso porque ele se concentra e se baseia em eventos gerados nos sites e aplicativos.

Desta forma, ele proporciona uma visão mais detalhada do comportamento do usuário, sem medir as sessões dos sites. Apenas é gerado um evento sempre que um usuário efetua uma ação, como clicar no menu ou fazer pesquisas. 

O GA4 permite o rastreamento de dados em diversas plataformas, como sites, aplicativos para dispositivos móveis (Android e iOS) e também oferece suporte a dispositivos IoT (Internet das Coisas).

Com as crescentes preocupações com a privacidade, o GA4 coloca maior ênfase no consentimento do usuário e oferece opções aprimoradas de controle de dados.

Ele aplica uma ênfase maior na privacidade do usuário e no gerenciamento de assinatura. Isso inclui ferramentas para proteger os proprietários de sites e aplicativos ao aderir às regulamentações de privacidade, como o GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados) e o CCPA (Califórnia Consumer Privacy Act). 

Como se adaptar ao Google Analytics 4?

A princípio, é importante migrar as propriedades que já existem para o GA4 e aproveitar as novas funcionalidades. Isso garante uma preparação para as futuras atualizações e novidades

Com o foco do GA4 em eventos, revise e ajuste sua estratégia de rastreamento para capturar dados relevantes e importantes para sua meta de negócios. 

Aproveite para dedicar um tempo e explorar as ferramentas e recursos oferecidos, como modelagem de dados, relatórios de funções aprimoradas e segmentação de audiência mais específica.

Por fim, certifique-se de estar em conformidade com as regulamentações de privacidade, oferecendo opções claras de consentimento aos usuários e garantindo a segurança dos dados coletados.

Adaptar-se ao Google Analytics 4 envolve uma transição gradual, mas essencial, para aproveitar ao máximo as novas capacidades analíticas.

Gostou do conteúdo? Comente e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais. 

Acompanhe novos posts toda semana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 5 =

 | 27 / 02 / 24
O Google Search Console é um recurso gratuito que permite monitorar e avaliar o desempenho de um site nos resultados de pesquisas do Google. Entenda como funciona e como utilizá-lo!
Ler Mais
 | 31 / 01 / 24
O Largest Contentful Paint (LCP) é uma métrica importante para a avaliação de desempenho de uma página da web. Entenda melhor e saiba como funciona!
Ler Mais
Logo | SuryaMKT
2024 – Todos os direitos reservados – Surya MKT® Agência de Marketing Digital
magnifiercross